Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Por que desisti de assistir Game Of Thrones

Essa postagem não é um capricho ou mero desabafo de um leitor/fã com sua saga/série. Em linhas ligeiras explicarei por que estou abandonando de vez o acompanhamento da série Game Of Thrones.

Antes de continuar advirto que este post contem imagens e discussão a respeito de estrupo e outras formas de violência contra a mulher.

Comecei a acompanhar a série logo no seu inicio, 2010, e nos primeiros episódios achei fantástica a riqueza de detalhes e "realismo" para com a psiquê dos personagens da série, foi impressionante ver um ambiente de fantasia-medieval ganhar proporções tão cativantes fugindo dos clichês tradicionais. Antes do final da primeira temporada fiquei sabendo que a série era baseada na saga literária As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin. Como leitor apaixonado e apreciador de grandes obras não pude deixar de consegui a coleção, mas ao saber que As Crônicas estavam incompletas resolvi esperar pela divulgação de novos títulos da saga, achando que o autor fosse tão pontual quanto J. K. Howling (tão tolinho eu fui).


Dois anos se passaram e estava começando a terceira temporada e eu ainda não tinha adquirido a coleção, porém um evento inesperado no final segundo episódio da terceira temporada fez com que eu deixasse a paciência de lado e então comprei uma Box Especial de Luxo Para Colecionador com os cinco livro lançados até então e então saquei A Tormenta das Espadas da caixa e comecei a ler, terminei de ler o livro todo antes do lançamento do S03E05 e aí sim tirei o chapéu para o autor e os produtores da série, pois vi bastante fidelidade com a obra, e embora alguns bons personagens tivesse que ser cortados e outros modificados, a série ainda era um espelho mais do que modesto dos livros.


Mas da quarta temporada para cá, mais precisamente 19/05/15 com seu bizarro S05E06 afirmo que não faz mais sentido acompanhar a série. Game Of Thrones tinha tudo para ser a série da década e uma das melhores adaptações de todos os tempos, mas começou a andar pra traz destruindo uma das características mais forte e marcantes da obra de George Martin, a figura da mulher. Nos livros de fato existem momentos sensuais e eventos mais do que calientes. Mas ao meu ver o autor sempre procurou demonstrar o potencial das mulheres em um mundo geralmente dominado por homens.

Todavia, algo tão nobre assim parece não ter mérito algum para os produtores e roteiristas da série, aí a HBO começa a mostrar sua marca, desfigura as mulheres da série como prostitutas, libertinas e meros objetos sexuais jogando a série na vala. Posso estar sendo muito crítico para alguns, mas enganam-se, o lema deste blog é "tudo, mas não qualquer coisa!" e não poderia deixar de tecer uma crítica pelo assassinato de uma das até então, melhores séries produzidas. Leia o por que.

1. A cena da quarta temporada em que James e Cersei estão diante do corpo de Joffrey retratada na série não tem nada a ver com com o mesmo evento no livro. No livro os irmão Lannister tem uma relação CONSENSUAL, livre. Enquanto que na série o que foi retratado foi um ESTUPRO! Uma violência não só com os personagens mas contra a figura da mulher na série.

2. Na Fortaleza de Craster, enquanto Karl se pabula de ser um grande assassinos ha várias mulheres sendo violentadas ao fundo, coisa que não acontece nos livros.


3. Ros é uma prostituta, tudo bem ela aparecer nua em um bordel ou "em serviço", mas ela é violentada varias vezes durante a série apenas para dar hype em torno da série, bem na contra mão do livro em que ela tem uma performance até mais nobre. Esse foi um dos "recursos" dos roteiristas.


4. Meera Reed foi outro alvo do roteirista, sofreu ameaça de violência sexual perante o irmão e os amigos. Os roteiristas parecem quererem criar a cultura do estrupo dentro duma série em que tem como ponto forte o protagonismo feminino.


5. Sansa Stark já estava na mira da violência sexual DOS ROTEIRISTAS faz tempo, basta ver as variadas situações em que ela está prestes a ser estrupada e que não constam em nenhum momento no livro. Mas este último episódio me deu repulsa, nojo e desprezo pelo que a série efetivamente se tornou: UMA ESCANCARADA CULTURA DO ESTUPRO. Roteiro raso, personagens desmoralizados e uma história que se tornou tão pobre e imunda que não daria pra limpar a bunda com uma única folha do script.

Meu único contentamento é saber que o autor realmente não faz parte de lixo publicitário da HBO, e que ele estará lançando o próximo livro ano que vem cuje o qual tenho certeza, vai ver as mulheres como seres humanos.

3 comentários:

  1. Lendo tudo isso não me considero capacitado para opinar, pois não li os livros. Mas em meu entender, mesmo raso. Não acredito que devesse chegar ao ponto de desistir da serie pois ela retrata a "realidade" da época.( salvo os dragões, bruxarias..) Concordo no ponto em que a imagem da mulher foi se desgastando ao longo da serie o que não foi legal. Mas a serie é boa e essas violências eram evidência, assim como o relacionamento homosexual e o incesto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com seus argumentos Bruno, sei que a figura da mulher na idade medieval em que a série se posiciona "historicamente", nada mais é do que uma animal de reprodução e desejos, coitos e líbidos. Mas é pela forma como isso está sendo passado que acho demasiadamente esagerado, por exemplo:
      Daenerys é violentada pelo Drogo, e isso tem no livro e faz parte de uma cultura dentro da tribo Drahkar. Porém o que acontece com Sansa não consta nos livros, e muitas outras cenas de violências sexuais fora assombrosamente modificadas ou inseridas onde não existiam. É por isso que a série ao meu ver perdeu o brilho, o que me resta é aguardar o próximo livro do autor para que a trama seja salva do absurdo de estupros que são oferecidos à sociedade do espetáculo.

      Excluir
  2. Mas meu caro, ao falar "consta" ou "não consta" me faz refletir na possibilidade de: Se todas estas barbáries existissem nos livros, teria acontecido vossa "revolta"?

    Mas deixo claro que conheço vosso respeito e preocupação para com o publico feminino. O que já deixastes bem claro,

    ResponderExcluir

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores