Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Correios vai cobrar mais caro por livros pesados

Qual o peso da cultura? A agência dos Correios torna mais caro enviar livros acima de 2kg.

A notícia já foi confirmada. A partir de hoje, 14 de junho, os Correios mudaram as regras para envio de livros: títulos que pesem mais de dois quilos não poderão mais ser postados na modalidade impresso normal (exclusivo para livros), passando à modalidade PAC ou Sedex (para encomendas de produtos em geral).



A mudança encarece o frete em até 50% (PAC) e 200%(Sedex). Os mais afetados com a medida serão os leitores de fora da região Sudeste, que em alguns casos sequer contam com livrarias em suas cidades (uma triste realidade que já dura décadas). Somente em 2016, a Estante Virtual viabilizou, por meio de sua rede de livreiros, a compra e venda de mais de 1,4 milhões de livros a preços acessíveis para cidades fora da região sudeste, mas com a nova medida já se prever uma queda na venda devido o custo da acessibilidade, pois convenhamos, é beirando o absurdo você comprar um livro barato e pagar um preço que muitas vezes é o dobro do preço do livro.

Vale lembrar… 


Entendemos que a alteração na cobrança vai contra a Política Nacional do Livro (Lei 10.753 de 30/10/2003 – Capítulo IV), que estabelece tarifa postal preferencial reduzida para o livro brasileiro, como forma de estimular o incentivo a leitura. A medida já havia sido anunciada pela empresa em 2016, com restrições ainda maiores, mas foi revogada na época. O governo não vai precisar se esforçar tanto para dificultar nosso acesso a cultura, os preços já estão fazendo um ótimo trabalho.

Já não é bom, agora ficou pior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores